Amanhã, dia 16 de junho de 2021, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, deve seguir sua projeção prometida nas últimas reuniões e aumentar a taxa Selic  (juros básicos da economia brasileira) em, pelo menos, 0,75%. Mas economistas já comentam a possibilidade de uma surpresa, na qual teríamos um aumento na casa do 1 ponto percentual.

Sendo assim, a taxa de juros, que hoje se encontra em 3,5%, deve sofrer amanhã reajuste para 4,25%, com reais possibilidades de chegar a até 4,5%.

Qual o motivo dessa possibilidade?

O motivo da possibilidade de um aumento na taxa Selic acima do previsto para a reunião de amanhã é que, segundo a projeção Focus mais recente, os números do IPCA devem permanecer acima do limite máximo da meta prevista para inflação tanto para 2021 quanto para 2022.

Focus projeção IPCA
Expectativa Focus para o IPCA 2021, 2022 e 2023

A meta prevista pelo Copom para a inflação é de 3,5%, com tolerância de margem de erro em 1,5%. Em 2021 vemos uma expectativa de IPCA acima até mesmo da tolerância máxima, já em 2022, apesar de dentro da margem de erro, a projeção segue acima da meta considerada ideal.

A principal ferramenta que o Banco Central tem para fazer cumprir a meta de inflação é a taxa de juros. Por isso, a Selic é aumentada quando os preços começam a subir de maneira acima do previsto.

O que mais aponta para uma alta ainda maior?

Na última projeção da estimativa Focus para a Selic em 2021, tivemos um aumento de 0,25% na estimativa, indo de 6,00% para 6,25%. Esse aumento na projeção da Selic vem sendo recorrente nas últimas semanas.

Selic expectativa
Expectativa Focus para a Selic 2021, 2022 e 2023

Espera-se para o dia de amanhã, tendo em vista as últimas projeções Focus para o IPCA e a Selic, que o COPOM anuncie tomar medidas mais duras para desacelerar o consumo diante do aumento excessivo previsto para a inflação.

Como o IPCA impacta os investimentos e o mercado de crédito?

As variações no IPCA tem impacto direto naquilo que diz respeito a rentabilidade real dos investimentos, uma vez que em um cenário de inflação alta, o mercado de capitais se torna cada vez menos atrativo para investidores.

No caso dos financiamentos, grande parte deles tem parcelas reajustadas de acordo com o IPCA. Nesse caso, o saldo devedor aumenta mais ou menos também em função do patamar em que se encontra a inflação. Por isso quem faz um financiamento hoje pode no futuro não conseguir mais pagar as parcelas devido aos reajustes abusivos.

Como a ConsorcioCred pode te ajudar?

A ConsorcioCred é uma empresa idônea que presta consultoria dentro do mercado de crédito em todo o território nacional. Através de nosso blog e nossas redes sociais você irá encontrar semanalmente algumas das notícias mais quentes que envolvem o mercado financeiro, e, principalmente, o mercado de consórcios.

Quer ter acesso às notícias mais quentes do mundo do mercado com um olhar sincero e inteligente? Basta entrar aqui e conhecer nosso blog!

Acompanhe também as novidades e conteúdos da ConsorcioCRED pelo Instagram!

Para mais informações e dúvidas, entre em contato conosco e fale com um de nossos especialistas em consórcio.

Ligue agora: (11) 3105-3500 ou entre em contato pelo Whatsapp.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *