O consórcio tem crescido muito no Brasil. No entanto, por ser um planejamento a longo prazo, muitas vezes, por necessidade, é preciso cancelar a sua carta de crédito mesmo depois de ela já ter sido contemplada. Se diz “carta de crédito cancelada” justamente nessa situação: quando o consorciado não pode mais manter seu compromisso com a mensalidade e desiste de faturar o bem mesmo apoós a contemplação da carta.

Alguns imprevistos acontecem e aquele dinheiro que antes era destinado a pagar o as parcelas restantes da carta de crédito precisará ser usado para um outro fim mais imediato.

Nesses casos, a dúvida mais frequente é em relação a possibilidade de receber o dinheiro que já foi pago de volta e se ele vai retornar integralmente.

Você sabe responder a essas questões? Não? Então, continue no artigo para entender tudo sobre esse tema.

Como funciona o cancelamento de uma carta de crédito?

Esse é o caso de um consorciado optar pelo processo de descontemplação da carta de crédito, ou seja, cancelar o contrato de consórcio, para assim, se livrar das obrigações daquele contrato.

É exatamente nessa hora que surge a dúvida clássica entre boa parte dos consorciados: como fazer para cancelar o consórcio? É possível resgatar o dinheiro nesse caso?

Como funciona o processo de descontemplação da carta de crédito?

O interessado em descontemplar a carta de crédito deve entrar em contato com a Administradora da carta. É possível fazer a solicitação nos canais de atendimento da Administradora.

Normalmente quando existe a inadinplencia de mais de dois meses, as Administradoras cancelam a carta de crédito compulsoriamente.

Se você tiver valores a receber, começará a participar dos sorteios de devolução de valores – mensalmente, uma cota é sorteada para obter a devolução dos valores totais, caso não seja sorteado, voce receberá os valores devidos ao término do grupo.

Como receber os valores investidos no consórcio?

Apesar dos consórcios se diferenciarem por suas particularidades, há questões que são inerentes a quase todos eles. A forma como os valores investidos são devolvidos é uma delas. Ao realizar  a descontemplação e cancelamento da carta de crédito e, consequentemente, ter saído do grupo de consórcio, o cliente passará a participar dos sorteios mensais junto aos demais participantes que cancelaram seus contratos. Assim, será decidido quem terá o direito de receber seu dinheiro de volta primeiro.

Descontos de descontemplação de consórcio

Após o cancelamento do contrato, vale a atenção sobre o resgate do dinheiro, que deve ser feito assim que ele for disponibilizado pela Administradora do consórcio. Isso porque, além dos descontos previstos nos contratos e das taxas, o montante retido poderá ser minado por taxas de manutenção (também chamada de Recursos não procurados) em conta bancária.

Ainda que você mude de ideia depois, uma vez aprovada, a carta de crédito cancelada é definitiva, ou seja, o processo seguirá normalmente, até a sua restituição. Dependendo da disponibilidade financeira e de vagas, seu consórcio pode ser passível de reativação.

A restituição é referente ao valor pago para o fundo comum, baseado no percentual do valor do bem e somado aos rendimentos da aplicação financeira.

A cota cancelada concorre ao sorteio da mesma forma que a ativa, quando é sorteada tem o direito a receber a restituição.

Consequências do cancelamento da carta de crédito

A carta de crédito cancelada não é vantajosa, pois é possível que se passe anos até que você receba o que investiu.

Além disso, o valor recebido não será tão satisfatório, mesmo que acrescentado dos rendimentos da aplicação.

Isso ocorre porque a base é o fundo comum, logo a administradora pode descontar alguns valores, como o do serviço de administração, fundo de reserva, taxas de contrato e, caso haja, seguro.

Cada administradora possui suas regras, mas geralmente existe uma multa rescisória de 10% do fundo investido caso você saia antes do prazo mínimo.

Portanto, a carta de crédito cancelada muitas vezes pode parecer a melhor das soluções, já que ficar inadimplente não é uma opção.

Nosso conselho é que você tenha certeza antes de iniciar o processo. Afinal, cancelar o consórcio é sinônimo de desistir do sonho que você estava lutando para alcançar.

Como vender meu consórcio cancelado?

Para esse processo é preciso que seja realizado uma avaliação das informações da sua cota. Existem empresas interessadas na sua carta de crédito cancelada, tudo que você deve fazer é fornecer os seus dados pessoais e os dados da sua cota de consórcio para a empresa compradora.

Assim, a empresa entrará em contato com a sua Administradora para confirmar o cancelamento da cota e caso esteja tudo certo com a sua situação, um documento de transferência de titularidade de cota será pedido, após a reativação da cota.

Depois de uma análise rápida de toda a documentação, a empresa compradora vai solicitar os dados bancários e o valor acordado será transferido para a conta do cliente vendedor.

A Consorciocred é especializada nesse tipo de operação, bastando clicar em vender consórcio e preencher as informações para análise da cota por um de nossos especialistas!

Prazos

Não existe um tempo comum pré-definido para a restituição da carta de crédito cancelada.

Esse valor pode variar de acordo com a Administradora, pode ser até  90 dias após o encerramento do grupo!

O que se sabe é que prazo máximo para recuperar o seu dinheiro em um consórcio cancelado coincide com a data de encerramento do grupo.

Assim, dependendo de quanto tempo ainda resta no momento da desistência, o consorciado pode ter que esperar um tempo maior para receber o valor investido.

Por isso é bom conversar com a Administradora sobre possibilidades ou procurar uma empresa especializada nesse tipo de operação, e a Consorciocred pode ajudar nesse muito nesse tipo de situação!

Caso o cancelamento esteja sendo motivado por algum problema financeiro ou situação de urgência, a recuperação imediata do seu dinheiro vai ser de muita ajuda, por isso é tão importantes negociar com uma empresa especializada!

Conclusão

Por fim, conclui-se que a carta de crédito cancelada não é uma alternativa viável, não vale a pena em termos financeiros. Além de você não alcançar seu objetivo, não receberá também todo o valor investido e nem de imediato.

Como alternativa, poderá encontrar uma empresa especializada como, a Consorciocred, para te ajudar na compra de sua cota para que não precise esperar para reaver seu dinheiro de volta, com cuidados e todas as garantias contratuais para efetivar a venda de seu consórcio com segurança.

Quer conversar imediatamente com um especialista? É só entrar em contato via Whatsapp!

Publicado por Fabricio Sanchez

Empreendedor desde os 18 anos, com realizações no mercado imobiliário e apaixonado pelo produto consórcio, fundou a Consorciocred.com. Com a ConsorcioCRED contribuiu com mais de 1000 negociações em todo o Brasil, pois acredita que o consórcio é um elemento transformador na vida das pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *