Se você tem uma cota cancelada e está aguardando o recebimento dos valores que você pagou, mas não tem certeza de quando vai receber esse dinheiro, esse artigo foi feito para você.

Grande parte das duvidas dos consorciados que cancelaram um consórcio e estam para receber esse valor de volta, tem valores a serem devolvidos do consórcio, as pessoas tem dúvida se vão pagar tudo que pegaram e quando vão pegar.

Outras pessoas já receberam o valor de volta mas ficam assustadas por terem recebido muito menos do que já pagaram, cogitando até mesmo contratar advogados e mexer uma causa na justiça contra a Administradora.

O primeiro ponto que deve ser levantado é , o que é que o consorciado recebe de volta caso ele cancele a cota?

Você pode cancelar sua cota pelo motivo que for e assim parar de pagar o restante das parcelas da sua cota não contemplada. Isso somente não é possível no caso de você já ter sido contemplado. Pode acontecer de, se a cota estiver contemplado, mas o bem não tiver sido faturado, pode haver uma descontemplação por falta de pagamento, que significa o cancelamento automático da cota.

Quando a cota é contemplada via sorteio, não tem como haver descontemplação. Muitos casos as pessoas estão pagando e tem dificuldade financeira em algum momento por perceberem que não vão conseguir arcar com os custos restantes do saldo devedor e então são canceladas.

O que eu tenho direito de resgatar?

Você tem o direito de resgatar o fundo comum. Você não vai resgatar todo o valor que você investiu a não ser que do fundo comum exista um rendimento. Quando você faz um consórcio a sua parcela ela é composta majoritariamente por 3 itens: fundo comum, taxa de Administração e fundo de reserva.

Quando existe um cancelamento o consorciado tem direito somente ao fundo comum. Se você contratou um consórcio de 100 mil, onde a taxa é de 20% e o custo final do consórcio vai dar 120 mil reais. Se você pagou 5 parcelas que somadas dão 10 mil reais. Nesses 10 mil reais, se a taxa de adm for 20%, teoricamente seria 2 mil reais de taxa administrativa e 8 mil reais de fundo comum.

No consórcio existe uma taxa de administração antecipada, onde você paga uma taxa de adesão na qual está incluso parte da taxa de administração. Nesse exemplo dado a taxa de administração antecipada, inclusa no valor da taxa de adesão ou nas parcelas iniciais, também serão descontadas.

Nesse exemplo, supondo que o cliente pagou 10 mil reais com taxa de 20%, 8 mil é valor de fundo e 2 mil é taxa, só que não. Muitas vezes a taxa de Administração pode estar antecipada nas parcelas iniciais, e esse valor também será descontado.

Além disso, as administradoras ainda aplicam as multas de quebra de contrato, que variam de instituição para instituição. Na maioria das administradoras essa taxa de cancelamento gira em torno dos 20%.

Em muitos casos, principalmente nas administradoras de más qualidade, o fundo comum é muito pequeno nas primeiras parcelas, com casos onde o cliente pagou 20 mil reais e o fundo comum é somente 3 mil reais, ainda com desconto de multa. Isso só ocorre nas piores administradoras do mercado, nas melhores isso não acontece.

Mesmo assim, o cancelamento precoce nas primeiras parcelas com certeza vai criar uma devolução entre 50% ou até menos daquilo que foi pago. Quando o consorciado já pagou um maior número de parcelas, mesmo que exista maior taxa de administração no inicio do consórcio, o seu fundo comum também será bem maior.

Quando uma cota é cancelada nas primeiras parcelas, você consorciado deve estar ciente de que provavelmente irá pegar pouco do seu dinheiro de volta. Quando você paga aproximadamente um terço daquele consórcio, vai pegar entre 40% e 50% do seu dinheiro de volta.

Quando um consorciado pagou um maior número de parcelas, o seu fundo comum será maior, dessa forma, você irá receber mais. Normalmente, se você já pagou dois terços do consórcio, você tem grandes chances de pegar mais que 50%, talvez até 60% do que você já pagou.

Quando eu tenho direito a resgatar?

Agora que você ja sabe o quanto vai receber no caso de cancelar seu consórcio, resta saber quando. Esse recebimento não será imediato. Mesmo após cancelar, você ainda terá que aguardar um longo prazo para receber seu dinheiro de volta. Esse prazo vai variar de grupo para grupo, uma vez que o pagamento dos valores devidos pela administradora ao consorciado cancelado serão pagos somente num prazo de aproximadamente 30 dias após o término do grupo.

Desta forma, ao desistir da sua cota, você irá perder grande parte do valor que já pagou e além disso tera de esperar, como acontece na maioria dos casos, anos para ter seu dinheiro de volta.

O prazo para devolução das quantias pagas ao consumidor que desistir do consórcio é de até 30 (trinta) dias após o encerramento do grupo.

Aqui na ConsorcioCred defendemos a tese de que as parcelas deveriam ser pagas imediatamente, ou seja, sem obrigar ao consumidor a espera do término do grupo. A justificativa é de que a Administradora pode revender a cota do consorciado desistente de forma imediata, portanto, é injusto impor ao consumidor a espera do término do grupo.

A única forma possível de se conseguir ter o fundo comum antes do término do grupo após o cancelamento é sendo sorteado em alguma das assembleias mensais como cota cancelada.

Como ter meu dinheiro sem ter que esperar?

Até o momento você já viu que cancelar a sua cota pode não ser uma opção favorável já que um longo prazo terá de ser aguardado para ter o dinheiro de volta e em grande parte das vezes é recuperado uma pequena parcela do total que já foi pago.

Assim, antes de optar pelo cancelamento, vale a pena considerar alguma outras opções que de certo serão mais vantajosas. A primeira delas é tentar diminuir o valor do crédito. Dessa forma, o valor das parcelas mensais caíra, tornando seu preço mais acessível, e assim, quem sabe, possibilitando que você mantenha sua cota ativa regular.

Agora, se não é possível diminuir o valor do crédito, ou mesmo que com uma parcela menor sua cota ainda esteja atrapalhando de maneira significativa sua renda mensal, nós temos uma solução imediata para você, que é realizar a venda do seu consórcio para uma empresa segura e responsável, como a ConsorcioCred por exemplo!

Qual a vantagem de vender meu consórcio?

Vendendo o seu consórcio é possível recuperar parte considerável do valor investido à vista! Isso mesmo, é uma opção de se ter liquidez imediata onde além de se livrar do valor mensal das parcelas que vem pesando no seu orçamento você recebe dinheiro de forma praticamente imediata.

A quantidade que você recebe pela venda do seu consórcio não é muito diferente do que você receberia com o cancelamento. A lógica é parecida, quanto mais pago, mais você irá receber percentualmente em relação ao que você já pagou. Quanto menos pago, menos você receberá na oferta.

No caso de querer vender uma cota já contemplada, o processo se inverte, quanto menos pago, mais você recebe. Ou seja, sua cota é mais valorizada se for contemplada nas primeiras parcelas, sendo possível de se conseguir um lucro considerável na hora da venda desse consórcio.

Vendi minha cota, quando recebo?

Qual o tempo que eu consigo receber o dinheiro quando eu for vender minha cota de consórcio? Esse tempo varia de acordo com cada Administradora, já que cada uma tem um processo de transferência.

Nas Administradoras que são mais ágeis na análise de cadastro e na transferência da cota, é possível que você receba de maneira mais rápida, como no caso da Porto Seguro, por exemplo. Ela consegue fazer a análise de cadastro de maneira digital, já mandar o termo de transferência para assinatura digital, uma vez que o termo assinado a transferência já é efetivada para o novo titular.

Dessa forma, o concessionário já consegue receber o dinheiro da venda do consórcio de maneira rápida. O prazo médio de pagamento na ConsorcioCred gira em torno de 10 dias.

Porque pedir ajuda para a ConsorcioCred?

Na hora de fazer um negócio com qualquer empresa, é preciso pesquisar se é seguro seguir adiante naquela negociação. Para isso, é preciso verificar a idoneidade daquela empresa através de algumas buscas na internet.

Primeiro é importante buscar se aquela empresa possui CNPJ no site. Depois, verificar através das redes sociais se existem reclamações de clientes que já fecharam negócio. Outras dicas importantes são olhar o índice de reclamações daquela empresa no Reclame Aqui e a nota da empresa no Google Meu Negócio.

Aqui na ConsorcioCred temos nosso CNPJ exposto em nosso site, um CNPJ de mais de 19 anos de história. Além disso, em nosso site e em nossas redes sociais é possível encontrar o depoimento de centenas de clientes satisfeitos após venderem seu consórcio para a ConsorcioCred.

Para aqueles que não se sentem a vontade em fazer uma venda pela internet, temos escritório físico localizado em São Paulo que está aberto a visitas. Mas não se preocupem, estamos dispostos a ir até você em qualquer lugar do Brasil!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *